Ir para o conteúdo

92,5% dos consumidores recebem ligações indesejadas, aponta Senacon

Secretaria aponta a necessidade de regulamentação do setor para evitar os incômodos

author,

consumidor pesquisa ligações

Uma pesquisa feita por meio da plataforma Consumidor.gov.br revelou que 92,5% dos usuários do sistema têm recebido ligações telefônicas indesejadas. Entre os dias 10 e 30 de abril, mais de 3 mil pessoas responderam ao questionário da Secretaria Nacional do Consumidor, do Ministério da Justiça e Segurança Pública, elaborado com intuito de mapear o volume da insatisfação dos consumidores.

Segundo relatos dos consumidores, quase metade dos telefonemas (48,7%) são realizados por um robô e, em 46,9% dos casos, um atendente oferta algum produto ou serviço. Cerca de 65% dos entrevistados disseram receber até 10 ligações por semana, incluindo situações em que a ligação não se completa ou fica muda.

consumidor pesquisa ligações

No entanto, a pesquisa ainda revela que, apesar do incômodo, apenas 11,2% dos entrevistados afirmaram que já procuraram órgãos de defesa do consumidor para relatar o problema.

O secretário da Senacon, Luciano Timm, explica o objetivo da pesquisa. “Uma das pautas da Secretaria é fazer politicas publicas baseadas em dados. Os consumidores cadastrados na plataforma estavam sendo vítimas de abuso de telemarketing. A pesquisa aponta a necessidade de regulamentação do setor”, afirma.

Timm destaca que, além de operadoras de telefonia, outros setores, como de instituições financeiras, são acusados da prática abusiva. “Isso reafirma a necessidade de um estudo para que seja criada uma regulação, que pode ser, inclusive, com base na que existe nos Estados Unidos, onde o usuário pode inserir, em sistema, os números que ele não deseja receber mais chamadas”, exemplifica o secretário.

Telefonia