Pular para o conteúdo

App do YouTube TV é removido da Roku; clima esquenta

A Roku removeu o YouTube TV de sua loja de canais após o término das negociações com o Google

author,

roku

As negociações entre a Roku e o Google sobre o contrato de distribuição do YouTube TV aparentemente chegaram ao fim, e não é uma boa notícia para os usuários da Roku. As duas partes não concordaram com os novos termos que permitiriam à Roku oferecer o YouTube TV em sua plataforma. Como resultado, o aplicativo YouTube TV não estará mais disponível para download na loja do canal Roku.

De acordo com um relatório anterior, o conjunto de demandas do Google supostamente incluía um canal de busca dedicado dentro da interface da Roku. O Google também queria que a Roku desse preferência ao YouTube Music ao usar comandos de voz, entre outras solicitações.

A Roku queria que o Google se comprometesse com quatro pontos-chave, de acordo com um comunicado enviado por e-mail. São eles:

  • Não manipular os resultados da pesquisa do consumidor.
  • Não requerer acesso a dados não disponíveis a mais ninguém.
  • Não aproveitar o monopólio do YouTube para forçar a Roku a aceitar os requisitos de hardware que aumentariam os custos do consumidor.
  • Não agir de forma discriminatória e anticompetitiva contra Roku.

Como as empresas não chegaram a um consenso, o contrato foi interrompido. Portanto, novos usuários que adquirirem um dispositivo Roku não terão mais acesso ao serviço. O problema não afetará os usuários que já possuem um dispositivo Roku e têm uma assinatura ativa do YouTube TV.

Em uma longa postagem no seu blog, o Google explica que não queria mudar nada em seu contrato atual com a Roku. No entanto, afirma que o contrato atual estipula que Roku deve atualizar seu hardware para oferecer suporte a certos formatos de streaming relacionados ao YouTube. Supostamente, a Roku recusou isso, que é o que está causando essa interrupção de contrato.

Nossos contratos com parceiros têm requisitos técnicos para garantir uma experiência de alta qualidade no YouTube. Roku solicitou exceções que interromperiam a experiência do YouTube e limitariam nossa capacidade de atualizar o YouTube para corrigir problemas ou adicionar novos recursos. Por exemplo, por não oferecer suporte a codecs de vídeo de código aberto, você não conseguiria assistir ao YouTube em 4K HDR ou 8K, mesmo se comprasse um dispositivo Roku com suporte para essa resolução.

A tecnologia referenciada aqui é, supostamente, o codec AV1. Como o Google diz, se a Roku não suportar esse codec, eles não serão capazes de transmitir conteúdo do YouTube em alta resolução, mesmo se a própria Roku suportar conteúdo 4K ou 8K.

O Google também se opõe às afirmações de Roku de que o Google está pedindo acesso aos dados do usuário ou para manipular os resultados da pesquisa:

Para ser claro, nunca fizemos, como eles alegaram, qualquer solicitação para acessar os dados do usuário ou interferir nos resultados da pesquisa. Esta afirmação é infundada e falsa.

Fique ligado para atualizações do caso.

Aplicativos
X

Utilizamos cookies para fornecer uma melhor experiência de navegação. Ao usar nosso site, você concorda com os cookies. Mais detalhes: Política de privacidade.