Ir para o conteúdo

Apple atinge receita recorde no primeiro trimestre de 2020

A receita total do trimestre cresceu 9%, chegando a US$ 91,8 bilhões

author,

apple iphone 11 red

Os resultados financeiros da Apple para o primeiro trimestre do ano fiscal de 2020 foram divulgados. A Apple relata que faturou US$ 60 bilhões em receita de iPhone no primeiro trimestre de 2020, que foi o período de três meses que terminou em 28 de dezembro de 2019. Isso é superior ao mesmo período do ano anterior, em que o iPhone faturou US$ 52 bilhões em receita.

A receita de iPad não se saiu tão bem, passando de US$ 6,8 bilhões no primeiro trimestre de 2019 para US$ 6,0 bilhões no primeiro trimestre de 2020. A receita do Mac também caiu, passando de US$ 7,4 bilhões no primeiro trimestre de 2019 para US$ 7,2 bilhões no primeiro trimestre de 2020.

A Apple compensou esses quedas nas categorias Vestíveis, Casa e Acessórios e Serviços. A categoria Vestíveis, Casa e Acessórios cresceu de US$ 7,3 bilhões no primeiro trimestre de 2019 para US$ 10,0 bilhões no primeiro trimestre de 2020. Enquanto isso, os Serviços passaram de US$ 10,9 bilhões no primeiro trimestre de 2019 para US$ 12,7 bilhões no primeiro trimestre de 2020.

A receita total do trimestre cresceu 9%, chegando a US$ 91,8 bilhões, o que é um recorde histórico. O lucro líquido do trimestre terminou em US$ 22,2 bilhões, acima dos US$ 20 bilhões no mesmo trimestre do ano anterior.

"Estamos empolgados em informar a maior receita trimestral da Apple de todos os tempos, alimentada pela forte demanda por nossos modelos iPhone 11 e iPhone 11 Pro e recordes de todos os tempos de Serviços e Acessórios", disse o CEO da Apple, Tim Cook.

Cook observa que, além do iPhone 11 e 11 Pro, a categoria Serviços e Vestíveis ajudou a Apple alcançar uma receita trimestral recorde. Essa categoria inclui os AirPods e AirPods Pro, os quais foram lançados no final de outubro de 2019.

Economia e Mercado