Ir para o conteúdo

Apple divulga resultados do primeiro trimestre do ano fiscal de 2019

Receita obtida com serviços, computadores Mac e wearables atinge o melhor resultado da história

author,

A Apple anunciou hoje os resultados financeiros do primeiro trimestre do ano fiscal de 2019, encerrado em 29 de dezembro de 2018. A empresa registrou receita de US$ 84,3 bilhões no trimestre – uma queda de 5% em comparação com o mesmo período do ano anterior – e lucro diluído de US$ 4,18, uma alta de 7,5%. As vendas internacionais representaram 62% do total da receita do trimestre.

Apple divulga resultados do primeiro trimestre do ano fiscal de 2019

Em relação ao ano anterior, o faturamento de vendas do iPhone caiu 15%, mas a receita total de outros produtos e serviços cresceu 19%. A arrecadação com serviços atingiu um recorde histórico de US$ 10,9 bilhões, 19% acima do ano anterior. A renda obtida com Mac e Wearables, aparelhos de uso residencial e acessórios também atingiu marcos históricos, crescendo 9% e 33%, respectivamente. Já a receita do iPad aumentou 17%.

“Ainda que tenha sido decepcionante ver números abaixo da nossa estimativa, na Apple, pensamos a longo prazo, e os resultados deste trimestre mostram que a força fundamental do nosso negócio segue inabalável”, afirmou Tim Cook, CEO da Apple. “Nossa base instalada e ativa de aparelhos chegou ao marco histórico de 1,4 bilhão no primeiro trimestre, crescendo em todos os nossos segmentos geográficos. Isso comprova a satisfação e a fidelidade dos nossos clientes e está levando nosso negócio de serviços a novos recordes graças ao nosso ecossistema tão grande e de rápido crescimento.”

“Geramos um fluxo de caixa operacional bastante sólido de US$ 26,7 bilhões no último trimestre e atingimos o resultado histórico de US$ 4,18 de lucro por ação”, diz o CFO da Apple, Luca Maestri. “Devolvemos mais de US$ 13 bilhões aos investidores por meio do nosso programa de retorno sobre capital e recompra de ações durante o trimestre. Nosso saldo líquido de caixa era de US$ 130 bilhões no fim do trimestre, e seguimos buscando uma posição neutra de caixa líquido com o tempo.”

A Apple também apresentou a seguinte estimativa para o segundo trimestre do ano fiscal de 2019:

  • Receita entre US$ 55 bilhões e US$ 59 bilhões
  • Margem bruta entre 37% e 38%
  • Despesas operacionais entre US$ 8,5 bilhões e US$ 8,6 bilhões
  • Outras receitas/(despesas) de US$ 300 milhões
  • Taxa de impostos de aproximadamente 17%

Fonte

Economia e Mercado