Ir para o conteúdo

Galaxy S10 recebe a classificação mais alta da DisplayMate até hoje

Além de ser a primeira tela de celular compatível com o padrão HDR10+, a tela do Galaxy S10 foi certificada pela DisplayMate pela mais alta precisão de cores existente

author,

Após um processo de avaliação, a DisplayMate Technologies considerou o display do Galaxy S10 “a tela com cores mais precisas já testada”. Tal como os anteriores Galaxy Note 9 e Galaxy S9, o Galaxy S10 combinou vários recordes de desempenho em telas para smartphones durante os testes da DisplayMate e tornou-se o mais recente dispositivo Galaxy a receber a classificação “Excelente A+”.

galaxy s10

Em comparação com o Galaxy S9, o Galaxy S10 oferece visibilidade ao ar livre, consumo de energia e precisão de cor significativamente melhores, entre outros aspectos.

Com um pico de luminosidade de 1.215 nits, a tela do Galaxy S10 produz imagens nítidas em ambiente externo e sob luz solar direta ou em lugares com muita luz ambiente. E com um índice relativo de eficiência de energia de 1,54 watts – melhor que o 1,70 watt do Galaxy S9 –, a tela do Galaxy S10 não é apenas mais brilhante do que o modelo do ano passado, mas também mais eficiente no consumo de energia.

Além de ser a primeira tela de celular compatível com HDR10+, um padrão aberto de última geração para vídeo de ampla faixa dinâmica (HDR), a tela do Galaxy S10 foi certificada pela DisplayMate pela mais alta precisão de cores existente. Sua classificação de 0,4 quanto à Diferença de Cor Perceptível (JNCD) na faixa DCI-P3 é uma melhoria significativa em relação à pontuação de 0,7 do Galaxy S9. Isso significa que a tela do Galaxy S10 pode oferecer excelente qualidade de imagem com um nível de precisão de cor que, de acordo com o relatório da DisplayMate, é “praticamente indistinguível da perfeição”.

Para ajudar os usuários a proteger os olhos da luz azul, que pode afetar nossa capacidade de ter uma boa noite de descanso conforme sugerem alguns estudos, o Galaxy S10 conta com tecnologia integrada que a reduz em até 42%. A tela também recebeu a cobiçada Certificação “Eye Comfort” do organismo alemão de teste TÜV Rheinland, por sua baixa emissão de luz azul. Enquanto as imagens das telas OLED de smartphones convencionais apresentam aproximadamente 12% de luz azul.

Depois de detalhar as melhorias do display em seu relatório, o presidente da DisplayMate Technologies, Dr. Raymond Soneira, comentou que “o que é particularmente significativo e impressionante é que a Samsung vem melhorando sistematicamente o desempenho das telas OLED com cada geração do Galaxy desde 2010”.

Economia e Mercado