Pular para o conteúdo

Mercado de celulares na Europa cai ainda mais no segundo trimestre

A guerra na Ucrânia, a economia instável e o ressurgimento do Covid-19 prejudicaram as marcas de celulares

author,

Mercado de celulares na Europa cai ainda mais no segundo trimestre

O primeiro trimestre de 2022 foi o pior primeiro trimestre para remessas de celulares na Europa desde 2013, com base em dados da Counterpoint Research. No segundo trimestre, o mercado caiu 13% em relação ao primeiro trimestre, registrando um total de 40,3 milhões de remessas – o pior segundo trimestre desde 2020. Comparado ao segundo trimestre do ano passado, o mercado de celulares europeu caiu 11%. A guerra na Ucrânia, a economia instável e o ressurgimento do Covid-19 prejudicaram as marcas de celulares.

A Samsung e a Apple se saíram bem no segundo trimestre deste ano – suas remessas e participação de mercado aumentaram em comparação com o mesmo período do ano passado. No entanto, ambas marcas mostraram um declínio acentuado em relação ao primeiro trimestre deste ano.

No caso da Samsung, o segundo trimestre de 2021 foi o trimestre mais fraco em mais de uma década, desde que a empresa estava lutando com paralisações em suas fábricas vietnamitas. Isso torna os números deste segundo trimestre menos impressionantes. Outro fator importante deve ser considerado – a Samsung saiu da Rússia, o que levou a um declínio nas remessas em comparação com os primeiros três meses deste ano.

O mesmo vale para a Apple, segundo a Counterpoint. As remessas aumentaram com a popularidade do iPhone SE (2022), mas o total de remessas não foi tão alto quanto poderia ter sido desde que a Apple se retirou do mercado russo.

A Xiaomi, por sua vez, registrou o oposto da Samsung. O segundo trimestre de 2021 foi o seu melhor trimestre no mercado europeu, mas o segundo trimestre de 2022 não foi bem assim. No entanto, a empresa se beneficiou com a retirada da Samsung e da Apple da Rússia, o que lhe permitiu faturar mais remessas de celulares.

Oppo e Realme completam a lista das cinco marcas que mais venderam celulares e também tiveram resultados opostos. A Oppo foi duramente atingida por problemas de fornecimento e fabricação na China, enquanto a Realme registrou crescimento de dois dígitos anualmente.

"Infelizmente, a situação na Europa continua sombria. Muitos países da Europa estão se aproximando da recessão e as tensões políticas locais em vários países além da Rússia e da Ucrânia estão aumentando, incluindo França, Alemanha e Reino Unido. Continuamos esperançosos, no entanto, de que o fundo tenha sido alcançado e a trajetória deva subir em breve, mas a recuperação provavelmente será longa e lenta", disse o diretor associado da Counterpoint Research, Jan Stryjak.

Economia e Mercado
Wallace Emerich GarciaIsso já era esperado dados os números caindo no mundo todo.
X

Utilizamos cookies para fornecer uma melhor experiência de navegação. Ao usar nosso site, você concorda com os cookies. Mais detalhes: Política de privacidade.