Ir para o conteúdo

T-Mobile e Sprint concluem fusão

A T-Mobile estima que sua rede terá 14 vezes mais capacidade nos próximos seis anos do que tem hoje

author,

t-mobile e sprint

Está feito: duas das maiores operadoras de telefonia móvel dos Estados Unidos, a T-Mobile e a Sprint, se fundiram oficialmente. A T-Mobile e a Sprint confirmaram hoje, 01 de abril, que sua fusão está completa, formando a Nova T-Mobile.

Como parte da fusão, a T-Mobile está concluindo sua transição de CEO mais cedo do que o anunciado anteriormente. Mike Sievert agora é CEO da T-Mobile, embora John Legere continue como membro do conselho de administração da companhia até junho de 2020.

A T-Mobile afirma que sua rede vai se tornar muito melhor combinando seus alcances com os da Sprint, estimando que sua rede terá 14 vezes mais capacidade nos próximos seis anos do que tem hoje.

A rede 5G da Nova T-Mobile deverá atingir 99% da população dos EUA e oferecer velocidades 5G médias de mais de 100Mbps a 90% da população nos próximos 6 anos. A T-Mobile também diz que cobrirá 90% da população rural dos EUA com velocidades 5G médias de 50Mbps.

Como parte de sua fusão com a Sprint, a T-Mobile afirmou que oferecerá planos iguais ou melhores de tarifa para os clientes das duas companhias por três anos. A T-Mobile também anunciou anteriormente algumas ações da Un-carrier que estaria realizando se a fusão fosse concluída, incluindo o plano T-Mobile Connect de US$ 15, lançado na semana passada em meio ao surto de coronavírus.

A T-Mobile diz que fornecerá dados ilimitados de conversação, texto e smartphone gratuitamente para socorristas de órgãos públicos e estaduais e locais sem fins lucrativos. Além disso, planeja oferecer até 100GB de acesso gratuito à Internet e um ponto de acesso Wi-Fi gratuito para 10 milhões de residências ao longo de cinco anos para ajudar as crianças a fazer seus trabalhos escolares em casa.

Outro aspecto importante dessa fusão é a Dish Network se tornar uma operadora. Para obter a aprovação do Departamento de Justiça dos EUA, a T-Mobile e a Sprint fecharam um acordo com a Dish para torná-la a quarto concorrente no mercado de telefonia móvel dos EUA ao substituir a Sprint.

Como parte deste acordo, a Dish adquirirá os negócios pré-pagos da Sprint, incluindo Boost Mobile e Virgin Mobile, além dos 9,3 milhões de clientes. A Dish também está comprando o portfólio nacional da Sprint no alcance de 800MHz para ser usado na construção de sua nova rede 5G.

Enquanto a Dish estiver construindo essa rede, ela terá um forte apoio da T-Mobile e Sprint para ajudar a impulsionar seus negócios de telefonia móvel. A Dish também terá "acesso robusto" à rede T-Mobile por sete anos.

Economia e Mercado